Como criar o seu E-commerce Marketplace – 5 razões para ter o seu!

Tempo de leitura: 6 minutos

Quer montar um negócio virtual? 

Confira as principais dicas para acertar na hora de empreender com e-commerce marketplace e lucrar economicamente e como realização pessoal. 

Nos dias atuais é comum o consumo de produtos e serviços, por meio de e-commerce marketplace.

Com funcionalidades práticas e ágeis, o mercado online já é uma tendência entre os brasileiros. 

Dentre as vantagens de comprar online está o conforto de fazer o pedido e receber a mercadoria em casa. 

Esclareça ao longo do post suas dúvidas referentes ao e-commerce! 

Saiba o que é e-commerce: principais características.

Se você é um amante do mundo digital, já deve ter visitado um e-commerce. Conhecido como lojas virtuais, o site exibe a venda de produtos online e permite ao usuário fazer o pedido e pagamento virtual. 

Existem e-commerces de diferentes segmentos, seja de roupas, eletrodomésticos, carros e do ramo de alimentação. A facilidade atrai, diariamente, usuários que buscam conforto, segurança e agilidade ao consumir! 

No entanto, a principal vantagem de um e-commerce está a liberdade de compras, afinal tem clientes que detestam serem perseguidos em uma loja por vendedores e ficam constrangidos ao entrar no estabelecimento e não consumir nada. 

Ainda, no caso da loja virtual, o efeito é contrário. Além de comprar, acompanhar o pedido e fazer trocas, tudo de forma facilitada, o serviço exibe a vantagem da atualização de estoque com frequência. 

Confira as vantagens de comprar online

Não necessita ir até à loja física;

Facilidade para pagamentos;

Acesso a promoções e cupons de descontos;

Comodidade ao receber o pedido em casa.

 

Como criar plataforma para e-commerce marketplace?

Quer empreender? O e-commerce no Brasil é o melhor negócio. 

No entanto, se o seu foco é evoluir e apresentar os melhores produtos e soluções ao cliente para se tornar um e-commerce de referência, isso exige alguns cuidados e investimentos. 

Confira abaixo:

1. Selecione um segmento de vendas 

Antes de divulgar a plataforma de marketplace ou e-commerce é necessário definir um público alvo e produtos para venda. 

No marketplace é comum a comercialização de diferentes produtos ou poder focar num nicho de produto, como cervejas, cadeiras e outros. Assim é possível atrair o maior número de usuários.

Porém, o comércio exige um estudo de público de interesse, o que irá interferir no processo de divulgação e investimento no negócio. 

2. Escolha uma plataforma para marketplace 

A internet possibilita uma variedade de plataformas para você montar e gerenciar o seu marketplace. A escolha do suporte será determinante ao desempenho do site. 

Um marketplace de alto desempenho e que suporte todos os produtos à venda e expostos na plataforma, exige um ambiente com fácil navegação, agilidade para visualizar imagens, condições de pagamento e disponibilidade de serviço. 

3. Gerenciamento e manutenção de plataforma 

Não basta apenas programar o e-commerce marketplace. O profissional da tecnologia da informação e desenvolvedores de plataformas devem realizar a manutenção do marketplace para certificar o desempenho promissor do site. 

Ainda, o acompanhamento do suporte permite ao empreendedor minimizar problemas com o acesso ao marketplace, desistência de compras e insatisfação com o serviço. 

4. Serviço de divulgação 

Após a criação do marketplace, as lojas de e-commerce no Brasil devem investir em uma divulgação do serviço. 

Seja, por meio, de mídias sociais, serviço de e-mail, panfleto ou campanhas publicitárias. 

A divulgação do marketplace tende a atrair novos empreendedores parceiros, aumentar os produtos disponíveis na plataforma, além de colaborar para o crescimento dos lucros! 

5. Praticidade ao comprar 

O e-commerce é o melhor negócio por promover conforto, segurança e, acima de tudo, agilidade ao consumir. O comodismo de escolher o produto, por meio, de uma tela virtual, receber a mercadoria em casa e realizar o pagamento online são atrativos ao cliente. 

Ter a sua própria plataforma de marketplace ou dos outros?

Quer montar o próprio marketplace, ou quer ser mais um logista dos grandes players? Confira abaixo os serviços mais usados no país:

Mercado Livre

Popular e com um serviço dinâmico, o Mercado Livre exibe o serviço de marketplace e compõe produtos de diferentes linhas. A plataforma permite a você anunciar, comprar e usufruir de uma variedade de serviço, com suas taxas para uso.

 

  • Marketplace Magazine Luiza 

 

Marca consolidada no mercado virtual, agora o Magazine Luiza conta com a plataforma Magalu. O marketplace exige regras de empresas para comercializar no suporte, como o CNPJ regularizado e também estar em dia com a Receita Federal. 

 

  • Plataforma Buscapé 

 

A plataforma online Buscapé também está dentre as mais eficientes. Com um layout prático, navegação ágil e produtos que agradam a todos os brasileiros, o suporte tem a função de conectar os amantes de compras online. 

  • Enjoei – venda de roupas e acessórios 

Plataforma jovem e dinâmica, o Enjoei apresenta, em grande parte, roupas e acessórios femininos. O objetivo da plataforma é comercializar peças vintage e modernas com preços menores. 

  • OLX para venda

Semelhante ao Buscapé, na OLX é possível anunciar os mais diversos produtos. Desde móveis a objetos minúsculos. 

De fácil operação, vantagens para pagamento e agilidade de navegação, a OLX tornou-se referência no mundo digital.

 

  • A sua própria plataforma de marketplace

 

Você pode ter a sua própria plataforma, e quem sabe ser o próximo Magazine Luiza ou OLX. Por quê não?

Com planejamento de mercado e busca por lojistas e parceiros, além de uma plataforma robusta para criar e desenvolver seu comércio eletrônico. As oportunidades são inúmeras de um segmento ou de vários. O mercado virtual não parar de crescer.

Por que investir em um marketplace?

Se o seu foco é empreender e lucrar, o marketplace reúne os atrativos. 

O modelo de compras online está em ascensão e tem como objetivo principal prestar um apoio no mercado de revenda e incentivar o consumo em lojas online. 

Embora, ainda exista quem tem receio em comprar online, o marketplace é tendência. 

Antes de montar o seu espaço virtual, o serviço de uma agência de construção de marketplace e otimização de sites será vantajoso ao seu bolso. 

Mesmo com diversas mercadorias, o marketplace deve prezar pelo compromisso ao cliente, manter a plataforma sempre atualizada, oferecer promoções e serviços especializado para atendimento. 

Davi Defensor

Redator de conteúdo, UX Writer e especialista em escrita digital SEO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *