Os desafios de criar um Marketplace de Nicho

Tempo de leitura: 7 minutos

Você já deve ter ouvido falar muito em Marketplaces nos últimos tempos a  nova “onda” (será?) do e-commerce, atualmente no Brasil 20% do que se fatura do varejo online já é através desta modalidade e isso só tende a crescer cada vez mais, a Amazon que iniciou seu modelo de marketplace em 2006, operou em 2015 com 60% de suas vendas via vendedores (Sellers) e sua meta até 2020 é chegar a mais de 90%, é fato que os benefícios deste modelo é incontestável para o setor B2C e também o ainda não explorado B2B.

Mas será que não estamos vivendo uma “onda”, uma “bolha”? Tirando o canibalismo de preço nos grandes varejistas, definitivamente não! Em outro post iremos tratar sobre o assunto preço vs concorrência em um marketplace.

Desmistificando o principal MITO de criar um marketplace (de nicho)

Se você pensa: “Vou criar um marketplace onde somente contratarei uma plataforma e investirei em marketing e assim esperar a comissão cair na minha conta e só viver de “dividendos” com o mínimo de esforço possível, pois todo o trabalho fora o marketing e tecnologia será do vendedor.”

STOP NOW!!!

Sugiro você parar por aqui e gastar seu precioso tempo e dinheiro em outra coisa, pois criar e gerir um marketplace é muito mais desafiador do que você pensa, vamos explanar os principais desafios e como conduzimos em nossas consultorias em projetos pilotos de marketplaces de nicho, nosso principal foco na Sm Places.

Nota: Grave estes termos: Execução; Planejamento; Validação modelo regional; Processos manuais; Experiência do usuário, investimento; Escala.

Agora se você está disposto a arregaçar as mangas, se dedicar em tempo integral ou ter equipe para isso, vem com a gente que será só sucesso, claro depois de muitos erros e ajustes nos processos.

E assim que iniciamos nosso primeiro tópico:

Execução e Planejamento

Você deve estar me achando louco, como vou executar e planejar depois, claro que precisamos planejar, mas planeje o necessário e parta para ação criatura, simples assim, muitas respostas você terá no meio do caminho.

Você vai errar e nem tudo será como o planejado, o planejamento é necessário, mas EXECUTE rápido, é na execução que os processos e o projeto ganham corpo e maturidade. Seja o mais simples possível e atue de forma pequena e regional, mas sempre pensando GRANDE!

Erre, erre e erre mais um pouco, você vai errar para acertar cada vez mais, aceite isso! Veja o erro como uma oportunidade de aprender e ser forte cada vez mais, esta é a regra número um do Valle Do Silício. Planeje e espero os erros, assim seus processos estarão aptos a enxergar isso e corrigi-los da melhor forma possível, você precisa monitorar desde o início tudo que acontece em seu marketplace, sim tudo até o que é de responsabilidade do seu vendedor.

O primeiro desafio que você irá encontrar é ter o engajamento dos primeiros vendedores do seu marketplace, não diferente de um ecommerce, um marketplace precisa de produtos ou serviços bem cadastrados, e isso meu amigo e minha amiga é responsabilidade tua, assuma isso, mate no peito e mande pro gol! A curadoria de produtos e uma boa categorização estão nas suas mãos e só isso por si só já é um baita trabalho e desafio, então assuma isso parceiro.

Geralmente você irá encontrar muitas restrições e barreiras culturais de alguns vendedores, não perca muita energia com isso, tente filtrar os primeiros sellers que estarão nesta jornada com você e não crie expectativas a curto médio prazo, lembre-se seu negócio é para durar muitos anos e não alguns meses.

Nosso plano piloto para nossos projetos consiste basicamente em:

  • Escolha muito bem entre  5 a 10 vendedores.
  • Comece atuar em sua região, geralmente em uma cidade ou até alguns bairros.
  • Atue juntamente com seus sellers iniciais no cadastro do produto.
  • Tenha uma quantidade razoável de produtos e uma boa categorização, indicamos entre 500 a 1000 produtos (Desconsiderando as grades dos produtos)
  • Faça marketing regional e parcerias com blogs que geram tráfego qualificado para seu marketplace.
  • Acompanhe todos os processos de perto, de ponta a ponta, diariamente.

Validando o modelo de negócio

Esta etapa é uma das mais importantes pois é ela que irá dizer o quão a sua grande e fabulosa ideia é de fato escalável e rentável no futuro, e também é aqui que muitos ajustes serão feitos, coisas que no planejamento não será perceptível.

Quando falamos de validação no mundo das Startups, sim você será uma Startup (Meu segundo assunto favorito 🙂 ), estamos falando de validar ideias, na prática isso nada mais é que experiência do usuário.

Como poucos e pontuais usuários irão ter a percepção do seu nível de serviço e se de fato você resolve alguma dor deles, e para ter isso meu amigo é trabalho de campo, mão na massa, nada de escalar agora, nesta fase está liberado o uso da boa e velha planilha de dados (famoso excel).

É nesta fase que você terá um contato com os Vendedores e clientes de forma direta, monitorando desde a entrada do primeiro pedido até a entrega ao consumidor.

Em nossos projetos, temos na média uma meta de 10 pedidos no primeiro mês, criamos um conceito do “Pedido de 1 milhão de reais”, não importa se o cliente pediu uma arruela, mas você vai enxergar 1 milhão no valor do pedido, e dará toda a prioridade a este pedido, vai ligar para o seller para que ele separe e entregue o mais rápido possível, irá ligar para o cliente quando ele receber o produto e dará as boas vindas e pedindo o review dele, se for um review negativo você leva como lição de casa e por favor dê um brinde, um cupom algo que repare esta má experiência dele, agora se for positivo também não deixe de dar algo em troca e pedir a autorização afim de publicar este review em seu marketplace.

Diga a ele a importância do review dele e que a avaliação será valida para qualificar os vendedores e consequentemente a qualidade do marketplace.

Outra ponto muito importante em seu modelo de negócio é o cliente ter o direito de abrir a disputa do valor com seu marketplace, ou seja, você como Marketplace dará a garantia a seu cliente que se ele tiver algum problema com o a entrega ou produto que o seu vendedor ofereceu, o marketplace garante a devolução do valor.

Conquistando o engajamento dos seus clientes e parceiros antes de Escalar

Caso seu modelo de negócio esteja voltado para o B2C, é muito importante que o conceito de economia colaborativa esteja presente desde o início de seu projeto, isso tem que fazer parte da sua cultura e mais ainda dos vendedores os seus clientes tem que ter a melhor experiência tanto na parte online como na entrega do produto e um pós-atendimento.

 

Lembre é melhor 100 pessoas amando sua empresa do que 1000 gostando mais ou menos, faça sempre com que a experiência do usuário seja acima da expectativa normal do mercado, só isso já te deixará a frente de muita gente, e gente grande!

Bom vamos parar por aqui que você terá que digerir muita coisa e colocar outras tantas em prática, temos assuntos para muitos outros artigos.

Continue nos acompanhando, que sempre teremos algo bom para compartilhar.

Desejo sorte e muito sucesso em seu negócio 😉

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *